Ednaldo Lula: ‘Quero nocautear o Conterrâneo’


Por Guilherme Cruz

Edinaldo Lula nocauteou Antídio Neto em pouco mais de um minuto de luta no Jungle Fight 25, que aconteceu no último final de semana, e já está pensando em suas próximas lutas. Com duelo marcado contra Edson Conterrâneo em maio, no WFE Platinum, Lula conversou com a TATAME e revelou que quer fazer mais uma luta antes, mas já antecipa o resultado contra o Conterrâneo. “A luta vai ser ele tentando me colocar para baixo e eu batendo nele. Ele vai botar para baixo, eu vou levantar e bater nele, isso se ele conseguir me colocar para baixo. Quero nocautear ele”, disparou o invicto peso pesado, esperando pela chance de lutar fora do Brasil ainda este ano.

Mais uma vitória no primeiro round. Você esperava que a luta fosse acabar rápido assim?
Eu não esperava que fosse tão rápida, mas eu treinei muito, treinei Boxe, Wrestling, porque eu sabia que ele era um cara que vem da luta Grego-Romana, mas isso é muito duro. A gente rala muito para estar aqui, para fazer um bom show. Graças a Deus deu tudo certo. Queria agradecer a todo mundo lá da academia, todo mundo está me dando uma força…

Como é treinar com essa galera de peso, como Cigano e Dórea? Como isso te ajuda a evento?
Isso ajuda muito. Sempre que entro para lutar, penso que eu faço sparring lá de três ou quatro rounds com o Cigano, e eu consigo ficar em pé… Quinze minutos na luta é tranquilo (risos). Ele é um dos melhores boxers do UFC e está treinando com a gente, tem o professor Dórea, que dispensa comentários, o cara dá muita ênfase na parte de cima.

Agora você deve lutar contra o Conterrâneo no WFE Platinum, né?
A gente deve lutar em maio. Eu quero lutar antes disso, mas vou bater nesse gordinho também.

Esse gordinho é duro…
É duro… A luta vai ser ele tentando me colocar para baixo e eu batendo nele. Vai ser isso… Ele vai botar para baixo, eu vou levantar e bater nele, isso se ele conseguir me colocar para baixo. Quero nocautear ele…

A sua expectativa para esse ano ter uma chance de lutar fora do Brasil?
Justamente. O professor Dórea está tentando lá fazer com que a gente consiga sair do Brasil e fazer a coisa pegar fogo. Aqui a gente vai mostrar o nosso esforço, o nosso trabalho, vamos ficar lutando aqui no Brasil. Aqui você rala muito, não tem patrocínio, mas pelo menos temos uma grande equipe que nos apoia, graças a Deus.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Atletas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s